Queda de Cabelo

 

Até um certo ponto, é normal que diariamente tanto o homem como a mulher tenham queda de cabelo. Todavia, quando esta queda começa a ser maior do que o normal, de moderada a severa, começa também a haver sinais de preocupação e é altura de consultar um dermatologista não só para parar a queda, mas também para ver formas de tratamento para a queda de cabelo e fomentar o fortalecimento e crescimento de cabelos, mesmo os que estão adormecidos mas ainda viáveis.

 

O Ciclo do Crescimento do Cabelo e da Queda do Mesmo

O ciclo do cabelo dura sensivelmente dois ou três anos. Cada cabelo cresce cerca de um centímetro por mês durante esta fase. Enquanto 90% do seu cabelo cresce de modo uniforme, 10% está na sua fase de repouso. Após três a quatro meses, os cabelos que estavam em repouso caiem e novos cabelos crescem em seu lugar.

Deste modo, é normal perder algum cabelo de forma diária, pois faz parte do ciclo de vida do cabelo. Todavia, algumas pessoas podem sobrer de queda de cabelo anormal, o que pode afectar tanto homens, como mulheres e crianças.

 

A Calvívie

A calvície geralmente está ligada à queda de cabelo de padrão masculino. Também conhecida como alopécia androgenética, esta é a causa mais comum para a queda de cabelo no homem. Homens que sofrem de queda de cabelo deste tipo geralmente herdam esta condição. Além disso, homens que começam a perder cabelo muito cedo tendem a desenvolver calvícies mais extensas. Na queda de cabelo de padrão masculino, existe um recuo da linha de cabelo e calvície na topo da cabeça. Por sua vez, as mulheres podem desenvolver queda de cabelo de padrão feminino, condição na qual o cabelo torna-se menos espesso em todo o couro cabeludo.

 

  O stress é uma das principais causas da queda de cabelo

 

O que Causa a Queda de Cabelo Excessiva

A queda de cabelo excessiva pode ter diversas causas como é o caso do próprio stress. Problemas hormonais podem também causar a queda de cabelo. Uma glândula tiróide desregulada pode fomentar a queda de cabelo, embora exista tratamento específico para este problema. A queda de cabelo pode também ser resultado das hormonas masculinas ou femininas, conhecidas como andrógenos ou estrógenos, caso as mesmas estejam desequilibradas. Esta correcção pode parar a queda do cabelo.

Muitas mulheres reparam numa queda de cabelo, após alguns meses de terem um filho. Esta perca está igualmente relacionada com as hormonas. Ao longo da gravidez, nivéis elevados de certas hormonas fazem que o corpo mantenha cabelo que de outra forma iria cair. Quando as hormonas regressam aos níveis de origem, aquele cabelo cai e o ciclo normal do cabelo começa novamente.

Alguns tratamentos e medicamentos podem também causar queda de cabelo. Este tipo de queda de cabelo melhora quando se pára de tomar o medicamento. Estes medicamentos/tratamentos incluem diluidores do sangue (também chamado de anticoagulantes), medicamentos utilizados para a gota, pressão alta ou problemas cardíacos, vitamina A (se for tomada muito), pílulas anticoncepcionais e antidepressivos.

Determinadas infecções podem também causar queda de cabelo. Infecções por fungos no couro cabeludo podem causar queda de cabelo nas crianças, no entanto, as mesmas são facilmente tratadas.

Outro factor de queda de cabelo é doenças como o lúpus ou diabetes. Deste modo, como a queda de cabelo pode ser um sinal de uma doença, é importante achar a causa/origem para que possa ser tratada.

 

Diagnóstico e Tratamento da Queda de Cabelo

Após denotar a queda de cabelo excessiva, é aconselhável consultar um médico especialista em queda de cabelo para que o mesmo possa diagnosticar o seu problema e indicar-lhe a melhor forma de tratamento.

Provavelmente, o médico poderá fazer algumas perguntas sobre a sua dieta, que tipo de medicamentos toma, se teve alguma doença recentemente e que tipo de cuidados tem com o seu cabelo. Se for uma mulher, o médico poderá ainda efectuar perguntas sobre o ciclo menstrual, gravidez ou menopausa, podendo ainda efectuar um exame físico para procurar outras causas para a queda de cabelo.